Exames no Recém Nascido

Testes realizados no Recén-Nacido

Teste da orelhinha: A fonoaudióloga realiza o exame de triagem auditiva com equipamento específico para avaliar a audição do bebê. O exame é rápido e não incomoda o recém-nascido. O objetivo é diagnosticar deficiências auditivas que, quando descobertas cedo, permitem tratamento e condutas adequados, favorecendo o desenvolvimento infantil, principalmente a fala.

TESTE DA ORELINHA

Teste do olhinho: O bebê também passa pelo teste do olhinho, exame realizado pelo médico com um oftalmoscópio. O aparelho emite uma luz que produz uma cor avermelhada e contínua em olhos saudáveis e, com isso, descarta a presença de tumores e cataratas.

Teste do coraçãozinho: Trata-se de um exame simples, indolor e que dura menos de cinco minutos. Um sensor de saturação é colocado no pulso e no pé do bebê para medir a concentração de oxigênio no sangue. Alterações de saturação indicam a necessidade de exames complementares para detectar cardiopatias.

Teste da linguinha: O objetivo do exame é identificar alterações no frênulo, membrana que liga a língua à parte inferior da boca (também conhecido como freio). O teste avalia anatomicamente o frênulo lingual dos bebês com o objetivo de verificar se ele é adequado ou curto demais. O médico pediatra é o responsável pela avaliação inicial anatômica do frênulo.