Psicologia

Serviço de Psicologia

 

 

Qual o trabalho da Psicologia na Gota de Leite?

 

A psicóloga hospitalar, investida da técnica apropriada, atuará enquanto facilitadora para a resolução de conflitos psíquicos associados a gestação, período pré-parto e pós-parto, tendo em vista a concepção cultural, social e individual de cada paciente. No período gestacional, é possível emergir ampla variedade de emoções por conta das transformações físicas, psíquicas e da organização da vida que pode ser alterada. É comum ocorrer ambivalência de sentimentos, o que pode levar a desajustes em relação ao seu estado ou dificuldades em estabelecer vínculo com o bebê.

Outra função importante e necessária da psicóloga é atuar junto aos familiares. A família, além de representar o suporte para a gestante, pode oferecer maiores condições emocionais e intelectuais para receber informações da equipe médica. A psicóloga poderá intervir caso isso não ocorra de maneira satisfatória.

A atuação da psicóloga na equipe médica e multidisciplinar se realiza no esclarecimento sobre as dificuldades de comunicação ou sobre quadros psicopatológicos, compreendendo sua transitoriedade, seu caráter reativo e seu entendimento no contexto da história de vida da paciente.

Como resposta ao atendimento da Psicologia, esperam-se o aumento da satisfação e diminuição da angústia e ansiedade, assim como uma melhor aderência aos tratamentos propostos e o fortalecimento do vínculo de segurança entre os usuários e profissionais.

A equipe deve chamar a psicóloga quando perceber qualquer alteração emocional (sintomas depressivos, de ansiedade, irritabilidade) ou de comportamento que não se mostre adequado para o período gestacional, puerperal e/ou de internação. Acionar mesmo quando as alterações emocionais forem reativas aos quadros de patologia clínica e quando for detectado qualquer conflito familiar ou social (violência, drogas). É importante acionar também em casos de intenção de doação do bebê para adoção, para avaliação da real segurança da mãe.